História do café

Descubra o que ninguém te contou sobre o café

História do café

Existem diversas lendas de quando e como o café foi descoberto. A mais comum e divertida delas conta que um pastor de cabras chamado Kaldi, que viveu na Etiópia por volta do ano de 575, percebeu um comportamento esquisito em seu rebanho. As cabras estavam saltitantes, cheias de energia. Kaldi começou a observá-las e descobriu que elas vinham comendo frutos vermelhos e folhas de uma planta desconhecida. Ele então resolveu experimentar o fruto que dava energia e disposição. Mastigou, apreciou. Logo, apresentou o café a um monge, que começou a utilizá-lo em infusão, dando origem à bebida que hoje é conhecida em todo o mundo.

História do café no Brasil

O café chegou ao Brasil em 1727 e, devido às condições climáticas favoráveis do país, o seu cultivo se expandiu rápido. Em pouco tempo surgiram as grandes plantações de café e o produto virou a base da economia do país, atraindo imigrantes europeus. Com a fundação da República do Brasil, a cafeicultura teve um crescimento sem precedentes. Durante 40 anos o café foi responsável por metade das receitas de exportações do país. Atualmente, o Brasil lidera na exportação de café e é o segundo maior consumidor do produto no mundo. Os tipos de café mais produzidos são o arábica, na região centro-sul do país, e o robusta, na região do Espírito Santo e Rondônia